Pular para o conteúdo principal

Museu de Arte Sacra de Mato Grosso prepara a primeira exposição da Temporada 2019


Até dia 29 de janeiro, cada fotógrafo, profissional ou amador, que resida ou não em Mato Grosso, interessado em participar, pode enviar até 20 fotos com os seguintes temas que envolvem a exposição: São Gonçalo, São Benedito, Santo Antônio, Divino Espírito Santo, São João, São Pedro, N. Sra. Aparecida, São Cristóvão, N. Sra. do Bom Despacho e Bom Jesus de Cuiabá.

O Museu de Arte Sacra de Mato Grosso está de volta. Sua primeira exposição temporária, Festas Religiosas de Cuiabá, abre dia 21 de março e fica em cartaz até dia 26 de maio, e você pode ter sua foto selecionada para compor a mostra. 

Os registros devem ser documentais (momentos festivos, pessoas, arquitetura e ritos)  e devem envolver as igrejas e comunidades das respectivas festas. De maneira a facilitar o acesso, as inscrições serão realizadas exclusivamente por e-mail (museuartesacramt@gmail.com).

As fotos deverão ser enviadas em formato JPG com 1920 pixels no lado maior e tamanho do arquivo com no mínimo 2MB, com descrições individuais constando: Nome artístico do fotógrafo; Título da foto; Ano; Local do registro. Confira o regulamento completo aqui.

O Museu de Arte Sacra de Mato Grosso será responsável pela curadoria, expografia, reprodução das fotos e material gráfico de divulgação. Ao se inscrever o candidato declara plena autoria das fotografias, inexistência de plágio, bem como autorização de terceiros, responsabilizando-se inclusive por eventuais reivindicações quanto ao uso não autorizado.

“Estamos felizes com a primeira exposição temporária do MASMT, depois de dois anos de portas fechadas. O tema dessa exposição já é uma clara homenagem aos 300 anos de Cuiabá, procurando envolver o maior número de participantes. Não tem como falar da história de Cuiabá sem passar pela memória e história da fé, festividade e religiosidade dessa terra abençoada”, adianta Viviene Lozi, coordenadora do Museu de Arte Sacra de Mato Grosso e diretora da Associação dos Produtores Culturais de Mato Grosso – Ação Cultural, que assinam em conjunto com Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer a gestão compartilhada do Museu por meio do termo de colaboração nº 1393/2018.

A reabertura dos museus é uma prioridade da nova gestão da Secretaria, compromisso firmado pelo novo Secretário de Cultura, Esporte e Lazer, o atual deputado estadual Allan Kardec. “Estamos comprometidos com reabertura imediata dos museus, e já temos o primeiro museu a ser reaberto, que é o museu de Arte Sacra”, destaca Allan.

 “O Museu de portas abertas novamente é uma conquista da sociedade e da instituição que sempre insistiu no segmento do patrimônio, com o intuito de valorizar e preservar a nossa história. Nosso objetivo é fazer com que o aparelho se recoloque novamente para a sociedade, com atividades educativas e culturais, pesquisas e preservação do patrimônio. Queremos de fato inseri-lo na percepção cosmopolita da cidade, sempre atentos em prestar o melhor atendimento à população, ofertando exposições do próprio acervo e de terceiros, trabalhando com a preservação do acervo e edificação, desenvolvendo ações que permeiam a comunicação e a fruição das informações, extensão e pesquisa e, é claro, à própria gestão em si”, acrescenta Viviene Lozi.  

Para Paulo Traven, que responde este mês como Secretário de Estado de Cultura, é elogiável essa iniciativa do Museu de Arte Sacra. “É muito importante para o artista fazer um exposição em um museu, como portfólio, isso agrega valor à carreira da pessoa. E super apropriado neste ano em que Cuiabá faz 300 anos, pois todo o Vale do Rio Cuiabá tem bastante tradição de festas religiosas, essa cultura está ligada à origem das pessoas daqui. Por isso quero parabenizar pela iniciativa e pedir para os profissionais da fotografia participarem da exposição”, arrematou Traven.

O Museu de Arte Sacra de Mato Grosso reinaugura no próximo dia 7 de fevereiro com sua inestimável exposição permanente, aberto ao público de quarta-feira a domingo, sempre das 9h às 17h, com entrada franca. 

Serviço

MASMT abre chamamento para exposição fotográfica Festas Religiosas de Cuiabá. As inscrições serão feitas por e-mail: museuartesacramt@gmail.com, até dia 29 de janeiro. Outras informações: (65) 3646-9701/ 98409-9629/ (65) 98425-1443 (Imprensa – whatsApp)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Jurunas (Yuruna, Yudjá)

Os Jurunas tem como tronco linguístico o Tupi da família Tupi-Juruna, se localizam ao norte do Parque Indígena do Xingu, bem como junto ao baixo Rio Xingu, no Pará, num local denominado Terra Indígena Pequiçamba. Conhecidos como Jurunas, cujo significado “Bocas Pretas” é devido à pintura preta que descia do alto da cabeça até em volta da boca. No meado do século XIX, tinha uma população de mais de 2.000 pessoas, hoje são aproximadamente 390 pessoas (dados Unifesp/2012), vivendo em seis aldeias: Tubatuba, Pakisamba, Pakaya, Paroreda, Pequizal e Kamai.

Santo do pau oco no Museu de Arte Sacra

A expressão surgiu provavelmente em Minas Gerais, entre o final do século XVII e o início do século XVIII. Era o Período Colonial, o auge da mineração no País.

Para driblar a cobrança do "quinto", o imposto de 20% que a Coroa Portuguesa cobrava de todos os metais preciosos garimpados no Brasil, santos em madeira oca eram esculpidos e, posteriormente, recheados de ouro.

Museu de Arte Sacra de Mato Grosso retoma suas atividades em fevereiro

Anote no calendário: no dia 7 de fevereiro, o Museu de Arte Sacra de Mato Grosso (MASMT) abre novamente suas portas ao público para a visitação com suas exposições. A equipe interna da Ação Cultural já está se movendo para ajustar dos detalhes finais para a reabertura. Na última quarta-feira (26), reuniram no MASMT, representantes da coordenação de patrimônio da Secretaria Estadual de Cultura (SEC-MT) e equipe da Ação Cultural para conferir todo o acervo do espaço museológico e há previsão de que nos próximos dias seja feita a higienização do acervo, assim como seu acondicionamento e colocação em invólucros apropriados. Entre os ajustes finais para a reabertura, está em execução os reparos na edificação, tais como: telhado, calhas, paredes, pinturas, dedetização, carga em extintores, placas de sinalizações, e readequação dos banheiros para proporcionar acessibilidade às pessoas com deficiências, além da montagem das exposições de longa duração. O Museu de Arte Sacra de Mato …