sábado, 7 de junho de 2014

PROGRAMAÇÃO DOS MESES DE JUNHO E JULHO DE 2014

O Museu de Arte Sacra está com programação especial contendo seis exposições que levam o visitante a viajar ao passado através de fotografias, poemas, imagens, vídeos e objetos, além de oficinas lúdicas e atividades recreativas que são oferecidas à visitação pública.


 Ao adentrar o museu, o visitante se depara com a exposição fotográfica do projeto Poesia Necessária, intitulada “Olhar Poético”, que reúne 20 fotografias do Centro Histórico de Cuiabá. A curadoria é do fotógrafo André Rondon e da jornalista e fotógrafa Isa Sousa, ambos participantes do projeto enquanto oficineiros nas aulas de fotografia, em 2010-2011. Essa exposição é resultado das aulas de campo que foram realizadas no centro de Cuiabá para 40 alunos das Escolas Estaduais Nilo Póvoas e Cesário Neto, que ficam no entorno do museu. A ação foi desenvolvida em parceria com o Pontão de Cultura Ação Cultural em Rede e integra a Mostra Cultura Viva – Direitos Humanos, que faz parte do Circuito Cultura Pontos do Mato, iniciativa que integra outros três espaços: Museu do Morro da Caixa D’Água Velha, Ponto de Cultura Ciranda – Música e Cidadania; Museu da Pré-História, Ponto de Cultura Casa Dom Aquino e Ponto de Cultura Escola de Circo Leite de Pedras.




Na saída para o átrio temos a exposição No Coração da América do Sul que reúne imagens de um trabalho do fotógrafo Izan Petterle, cujo início data de mais de 15 anos. Elas representam um testemunho do fotógrafo, que veio para Chapada dos Guimarães (cidade localizada a 64 km de Cuiabá) há exatos 30 anos, em busca de um lugar melhor para viver.

“Durante esse período muitas mudanças aconteceram. Aos 40 anos de idade, desisti de uma vida ligada ao meio rural e comecei a trabalhar com fotografia documental”, explica Izan, que já teve seu trabalho reconhecido pela revista National Geographic Brasil. Depois de 10 anos de espera, foi publicado na revista o seu ensaio intitulado “Esperando Buda”, a respeito do universo metafísico que permeia a realidade da vida em Chapada dos Guimarães.

As 40 fotografias que compõem essa exposição são uma homenagem ao povo chapadense, gente que povoou há vários séculos essa região. O resultado, captado por um olhar interessado em retratar camadas mais profundas de uma cultura, traduz a alegoria da extraordinária diversidade ambiental, religiosa e cultural de uma sociedade.



Os visitantes são direcionados para a sala 2, onde se encontram a maquete do complexo arquitetônico e a exposição fotográfica intitulada Seminário Nossa Senhora da Conceição que também conta, através de textos, a história da edificação de “1852”, do lançamento da pedra fundamental e suas ocupações, de forma cronológica. A exposição com 25 imagens fotografadas por Viviene Lozi e Júlio Rocha retrata as esquadrias (janelas e portas) da edificação e o retorno do acervo após a conclusão do restauro do prédio do Seminário em 2008.



Na sala 3, a exposição de curta duração Arte Sacra Popular, do artesão Clínio de Moura, com 18 esculturas de santos em argila sobre óleo, dentre as quais a imagem de São Gonçalo do Amarante, santo violeiro e padroeiro da comunidade de São Gonçalo Beira Rio, um local peculiar onde o artesanato parece brotar em seus artistas que carregam a essência da sabedoria popular. Local onde Seo Clínio viveu, conheceu sua esposa e aprendeu a arte de moldar o barro.


Também na sala 3, a Via Sacra Contemporânea é outra exposição de curta duração, com 15 telas feitas pelos artistas plásticos Adir Sodré, Benedito Nunes, Gervane de Paula, Jonas Barros e Regina Pena, em que cada um ficou responsável por três atos. A bela obra tem a curadoria da crítica de arte Aline Figueiredo. A arte também foi representada nos Muros do Museu de Arte Sacra, localizados no Morro do Seminário, algo que não passa despercebido aos olhos daqueles que cruzam as calçadas em pleno centro da cidade. A união de todas as cenas em uma obra única foi virtualmente concebida pelo designer gráfico Augusto Figliaggi; já a reprodução no muro, realizada minuciosamente, teve as impressões digitais de Luzinan Alves de Oliveira.


Resgatando a memória da população cuiabana, a exposição de longa duração Antiga Catedral Senhor Bom Jesus de Cuiabá: uma Viagem ao Passado, localizada no grande corredor, contém 20 reproduções fotográficas da Antiga Catedral, demolida em 1968, objetos da parte construtiva, além de peças como lampadários, crucifixos de metal e madeira utilizados no interior da igreja, bem como imaginárias em madeira que faziam parte dos retábulos barroco e neoclássico.

Destaque deve ser dado aos crucifixos que fazem parte da coleção do Museu de Arte Sacra: são sete crucifixos em madeira em estilo barroco datados dos séculos XVIII, XIX e XX. As peças são originárias da Antiga Catedral do Senhor Bom Jesus de Cuiabá, Igreja do Rosário e São Benedito e do acervo pessoal de Dom Aquino Corrêa.



Ilustre Morador – Dom Francisco de Aquino Corrêa está montada no quarto onde era seu antigo aposento. Nessa exposição há 24 fotografias que trazem momentos solenes de Dom Aquino nas décadas de 1920, 30, 40 e 50. Entre as fotos destaca-se sua posse na Academia Brasileira de Letras e ao lado de autoridades como o marechal Cândido Mariano da Silva Rondon e os ex-presidentes Getúlio Vargas e Eurico Gaspar Dutra.



Durante toda a programação também há exibição dos documentários, oficinas, apresentações culturais para grupos escolares e turísticos que participam da programação mediante agendamento. Tanto as exposições quanto os eventos paralelos vão levar o visitante a conhecer um pouco do passado e da história da cidade de Cuiabá, assim como suas igrejas, o Seminário Nossa Senhora da Conceição e pessoas que por esses lugares passaram, assim resgatando essa história e a memória que dialoga com o presente.


CONTATOS
MUSEU DE ARTE SACRA

Quando?: 10 junho a 10 de agosto 2014 (Aberto de Terça-feira à Domingo)
Onde?: Museu de Arte Sacra de Mato Grosso
Horários: De Terça-feira à Domingo das 09:00 às 17:00 horas.
Valor da Entrada: Inteira R$ 4,00 e Meia R$ 2,00.
Agendamentos Pelo Tel.: 65 3028-6285
Agendamentos escolares e grupos com mais de 15 pessoas: de Terça-feira à  Domingo das 09:00 às 17:00 agendar com Tulasi, Jaqueline ou Natália.
E-mail:  museuartesacramt@gmail.com
Imprensa: museu@acaocultural.org
Facebook: Museu De Arte Sacra De Mato Grosso
Endereço: Avenida Clovis Hugney - Complexo Nossa Senhora da Conceição, n°: 239. Bairro: Dom Aquino - Cuiabá- MT.


Nenhum comentário:

Postar um comentário